domingo, 6 de novembro de 2011

CACOS - Antonio Morais de Carvalho

Que são palavras
a não ser cacos
do real (esse caos:
o vir-a-ser linguagem)?


E o poema: um cacto
espetando o caos:
colagem de cacos:
o ser da linguagem.

_______________________________

Título: Cacos
Autor: Antonio Morais de Carvalho

Poema originalmente publicado no livro Jogo de sentidos (1986)